23 de fev de 2010

1 + 1 = 1


- Eu vou ficar com você para sempre.
- Suas promessas são tão palpáveis quanto um sonho - ela rebateu.
- Depende do jeito como você trata seus sonhos... - ele sorriu, dono da verdade.
- O que você quis dizer? - ela desafiou. Queria ouvir aquilo.
- Bom, eu costumo correr atrás de meus sonhos até que se tornem palpáveis. Realmente são abstratos no início, mas com o tempo ficam concretos. Estar com você aqui, por exemplo, no começo era só um sonho que eu tinha.
~
E o que ela conseguiu fazer foi sorrir, derrotada. Ele tinha mania de inverter a realidade, até que o preto virasse branco ou vice-versa.
~
- Eu gosto de você...
~
~
E aquele sentimento pairou acima dos dois, inabalável, enquanto só as mãos permaneciam entrelaçadas sobre os lençóis.


Thuan B. Carvalho

3 comentários:

  1. Lindo texto.

    Exatamente o que eu quis dizer no outro comentário...

    Ninguém precisa saber quem são os dois amantes ou o que aconteceu depois dessa conversa ou como eles chegaram até aqui. O texto em sua simplicidade ficou extremamente poético e criativo. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  2. Bonito =)
    Às vezes não sabemos que uma coisa para ser concreta precisa ser feita concreta.
    Textos reflexivos!
    =D

    ResponderExcluir
  3. Nossa, fotografou o momento ein...
    q legal...
    adorei...
    vou t seguir hehe ah naum éh uma ameaça viu hehe

    abraxx

    ResponderExcluir