22 de abr de 2014

Pecados Capitais: VI - Preguiça


"Preguiçoso, até quando você vai ficar deitado? Quando vai se levantar? Então o preguiçoso diz: 'Eu vou dormir somente um pouquinho, vou cruzar os braços e descansar mais um pouco'. Mas, enquanto dorme, a pobreza o atacará como um ladrão armado”

Da bíblia a Baudelaire trovada
engancha-te a todos, sem discrição,
Mas dos momentos em que és mais pecada
o pior vem depois da refeição;

Transformas qualquer ânimo em indolência
e a teu arauto dás sempre uma escusa,
Aos varões trazes vã abstinência
e dos desocupados és a musa;

Difícil é resistir ao teu encanto
fácil pois é aguardar enquanto
deitado, vê-se a vida acontecer,

E quanto mais esplêndido é o berço
mais plausível que adies o começo
pra veres o desvelo fenecer.


Thuan Carvalho.

2 comentários:

  1. "Mas dos momentos em que és mais pecada
    o pior vem depois da refeição;"

    Excelente!

    Deixo um beijo :)

    ResponderExcluir
  2. Ela é danada. Pecado gostoso, lento, sem nenhuma expectativa de ação.
    Mas aqui, o poeta ressaltou bem: "deitado, vê-se a vida acontecer..."
    É muita preguiça para pouca vida. Não podemos pecar demais.

    Andemos! Acordemos e queremos mais e mais. A preguiça deixemos para depois.

    Abraço

    ResponderExcluir