2 de mai de 2013

Manoelizando a Rotina



Extasiado, arrebatado, engolido -
sou todas as derivações do arrepio dos pássaros
sob quatro sétimos de uma Lua mole
tentando tirar as letras
para dançar;
Outono tem cheiro de árvore com alaranjado,
me disse outrora um pássaro
sem se arrepiar
- e quando me inspiro
sou obrigado
a concordar;

A madrugada usa a escrita com delicada miopia
quanto mais longe - como saudade, passado, fotografia -
mais amuada a poesia;

Quando amanhece, o Sol deixa as letras oculadas...

(mas arrepiante mesmo é como as corujas se parecem com as palavras.)


Thuan Carvalho.

2 comentários:

  1. Bellas letras, te dejo un fuerte abrazo!

    ResponderExcluir
  2. Dançando com as letras num ritmo diferente. Gostei.

    bjs

    ResponderExcluir