19 de mai de 2011

A vida é Longa em Curtas.






Artesão



Sol a pino

Meu dia eu entalho

e o pássaro azul me cumprimenta do galho.





Translação


O dia acelera

E reduz sem parar

é a terra que gira ou somos nós a girar?





Mãos Atadas


Ciganos na esquina

Cantando bem alto

jamais se extrairá o futuro do asfalto.





Atenção


Um homem, atento, observa

O outro, de longe, debocha

sentimentos diversos enquanto a flor desabrocha.





Papel


Na carta amassada

As letras pululam

e entre os borrões de lágrimas amores se juram.





Tinta Fresca


Em meio a tantas cores

São tantos os sabores

deixa eu me pintar de verde com a aquarela do seu coração?





Prazer


Livros abarrotam

A estante da mente

e no balanço da rede a história se acende.





Palhaços


A lona se ergue

O Circo vai partir

e de longe a criança de pés descalços sorri.





Rotina


Os que trabalham por trabalhar

Entediados, se confundem

enquanto o garoto, deitado, procura imagens na nuvem.





Passarela


Sem saber o que se passa

Sem saber se vai passar

a borboleta amarela desfila ao luar.





Coroa


O casal que se beija

Ao tropeçar numa pedra

sempre haverá o outro lado da moeda.





Agir


Já vai, mas tão cedo!

Quem irá te levar?

- o medo.





Volta.


Levado ao hospital

Com séria enfermidade

é bom e faz mal - saudade.





Até Logo


- te amo; - eu também, do fundo do coração

Os olhos se fecham

e as almas se vão.










Thuan Bigonha de Carvalho.

Um comentário: